Dicas

Corrida: eu também posso?

É crescente o número de adeptos da corrida em todo o mundo. Afinal, é um esporte que alia condicionamento físico, contato com a natureza, alívio do estresse e longevidade. Se você também quer praticar, fique atento a algumas dicas.

De maneira geral, pessoas jovens e saudáveis e sem sobrepeso podem começar a correr depois de uma consulta a um clínico geral, ou a um médico de confiança, além da orientação de um profissional de educação física. Mais do que a idade, é o histórico do paciente que vai definir se ele pode iniciar seus treinos.

Vale ressaltar que a partir dos 40 anos é necessária também a realização de teste ergométrico e eletrocardiograma. Eles monitoram, respectivamente, a atividade do coração enquanto o paciente se exercita na esteira ou na bicicleta e identificam sinais de isquemias e outras doenças do músculo cardíaco.

Quanto aos idosos com o coração em dia, de bem com a balança e que querem aderir a corrida, o problema pode não ser a atividade aeróbica em si, mas os transtornos articulares, segundo Dr. Alexandre Cossenza, cardiologista e médico de rotina do CTI do Samaritano Botafogo: “Nestes casos, é importante procurar ainda um ortopedista e um fisioterapeuta, afinal é um esporte que pode piorar bastante uma eventual astrose, comum em pessoas com idade mais avançada”, diz.

Pronto para dar o primeiro passo de sua nova vida de corredor? Agora é só manter a regularidade mínima de três vezes por semana, durante 40 minutos; cuidar da alimentação e da hidratação; usar os calçados e as roupas adequadas e obedecer aos limites do seu corpo. Aproveite e colha todos os muitos frutos que essa atividade pode proporcionar!

Receba todas as dicas por e-mail

Newsletter Samaritano

Cadastre-se e receba as nossas atualizações

Faça o seu login

Escreva o seu login e senha e tenha acesso as informções:

não é cadastrado?

Enviei seus dados e receba seu acesso por email:

Envie para um amigo